quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Seriados antigos

Depois de comerciais antigos, agora o blog começa a relembrar seriados e progrmas de TV antigos. Para começar, um de meus preferidos: o "Homem de 6 milhões de dólares".
Steve Austin é um astronauta que sofre um terrível acidente durante o teste de uma aeronave. Fica entre a vida e a morte. O Escritório de Inteligência Científica (Office of Scientific Intelligence - OS) dos Estados Unidos decide, então, que ele será o primeiro ser humano a ter implantes biônicos em seu corpo. Em troca, Austin terá que ajudar a organização a enfrentar criminosos.
clique no vídeo e confira a abertura da série. Muito bacana!!!


Comentário do blogueiro Xacal:
Gustavo,

Você e sua arqueologia virtual...

Nos lembra todos os dias como o tempo passa depressa...

E aí disparamos frases como: parece que foi ontem...no meu tempo...etc, etc...

O seriado em questão, o homem de 6 bilhões de dólares povoou a imaginação de minha geração, e nos "pregava" em frente a tv, no horário que era exibido, senão me engano, depois da sessão da tarde...

Engraçado como os EEUU são mestres em enlatar suas mensagens políticas subliminares nos seus produtos culturais de massa...

O homem biônico era uma alesão ao papel da ciência e da pesquisa estadunidense na sociedade deles e no mundo, ou seja, a nasa, as universidades e agências científicas estão a serviço da "lei e da democracia", nossos cientistas são os mocinhos...

Geralmente o papel de cientistas do mal cabia aos oriundos dos países comunistas...

Mesmo assim, a inventividade de supor conceitos como a bio-robótica já antecipava uma realidade, que já chegou para nós...era uma "sacada genial"...

3 comentários:

Xacal disse...

Gustavo,

Você e sua arqueologia virtual...

Nos lembra todos os dias como o tempo passa depressa...

E aí disparamos frases como: parece que foi ontem...no meu tempo...etc, etc...

O seriado em questão, o homem de 6 bilhões de dólares povoou a imaginação de minha geração, e nos "pregava" em frente a tv, no horário que era exibido, senão me engano, depois da sessão da tarde...

Engraçado como os EEUU são mestres em enlatar suas mensagens políticas subliminares nos seus produtos culturais de massa...

O homem biônico era uma alesão ao papel da ciência e da pesquisa estadunidense na sociedade deles e no mundo, ou seja, a nasa, as universidades e agências científicas estão a serviço da "lei e da democracia", nossos cientistas são os mocinhos...

Geralmente o papel de cientistas do mal cabia aos oriundos dos países comunistas...

Mesmo assim, a inventividade de supor conceitos como a bio-robótica já antecipava uma realidade, que já chegou para nós...

Xacal disse...

editando:

Mesmo assim, a inventividade de supor conceitos como a bio-robótica já antecipava uma realidade, que já chegou para nós, era uma "sacada genial"...

Gustavo Rangel disse...

tem razão xacal...agradecido pelo comentário