segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Vou de taxi


Com a chegada da Lei Seca, o Brasil se aproxima de países como: Jordânia, Qatar e Emirados Árabes Unidos, que não permitem nenhuma concentração de álcool no sangue dos motoristas, com punições que vão de multas à prisão.
Quem gostou da proibição são os taxistas. Profissional amigo deste blogueiro já verificou aumento de 30% nos fins de semana, desde que a nova lei entrou em vigor. De acordo com ele, "as pessoas estão mais conscientes e preferem pagar um taxi na hora de ir para casa". O taxista ressalta ainda que fica até mais em conta, pois alguns fazem uma "vaquinha" para ir todo mundo bebum para casa sem problema. Animado com o aumento das "corridas", ele já estuda uma propaganda mais eficaz nos próprios estabelecimentos. Atenção pessoal das redações, é uma boa pauta se ninguém ainda fez.

Um comentário:

claudiokezen disse...

Com certeza, a Lei Seca é uma boa. Cana (sem trocadilho) para os irresponsáveis ao volante!