sábado, 9 de agosto de 2008

Aos pais com carinho

Este domingo é dia dos pais. Sempre pensei em escrever algo sobre a data e hoje resolvi fazer algumas considerações. Posso dizer então que passei a compreender mais a importância de ser pai, a partir do nascimento de meu filho em 2002.
Ser pai é muito mais que transmitir seus genes para a posteridade. Acredito que ser pai é uma missão muito importante colocada em nossas vidas. A missão de ensinar nossos filhos o caminho do bem e da busca pela felicidade. Ser pai é querer também que cada atitude seja mais do que um simples falar, que seja uma lição de vida, de carinho e de amor para nossos filhos. Erramos muitas vezes, mas querendo sempre acertar e fazer de nossa cria um “troféu” para toda vida.
Ao meu pai, em especial, seu exemplo e história de vida me ajuda a tentar ser melhor a cada dia, mesmo que me falte habilidade para tal. Meu maior presente neste dia dos pais seria poder falar ao meu, tudo aquilo que não pude enquanto esteve conosco. Agradecer pelo seu carinho, dedicação, aprendizado e o verdadeiro legado que deixou para mim e meus irmãos. Queria poder estar contigo agora, acompanhado de seu neto Gabriel, caminhando na praça, jogando conversa fora, falando de futebol, política e tantas outras coisas que não pude desfrutar ao seu lado, pois “você foi cedo demais”. Onde estiver meu pai, saiba que és referência no meu viver e que adoraria te dizer agora um EU TE AMO!!!
Feliz dia dos pais!!!

Na foto: Mamãe e meu pai segurando esse blogueiro no colo.

9 comentários:

Gervásio Neto disse...

Bel�ssimo e emocionante post, amigo Guga!!
Lembrei-me da tarde em que me contou que realizaria esse sonho...ser pai...um dia chego l� tb!!!
Grande abra�o e meus parab�ns adiantado pelo dia de amanh�!!

Anônimo 2 disse...

Guga,
Parabéns pelo texto que tanto me emocionou, não podendo também deixar de chegar às lágrimas pois trata-se em especial do nosso querido e saudoso pai que como você disse "foi cedo demais". Certamente seria muito bom vê-lo rodeado dos netos que teriam muita admiração e carinho pelo seu exemplo de caráter, honestidade, amizade, dedicação à família, ou seja, um pai presente até hoje quando tentamos colocar em prática,mesmo que hoje após 15 anos ausente fisicamente de nossas vidas. E olha que eram 5 filhos que ele tinha junto com nossa mãe criar. Não poderia tbém deixar de comentar a admiração especial que ele tinha por você. Lembra-se do "deixa ele filha" referindo-se à mamãe quando ela te chamava a atenção por algo supostamente errado que tenha feito ou que queria comer.Rsrsrsrsr. Feliz dia dos pais!

Gustavo Rangel disse...

pra vc tb !!! valeu corélio!!!

Anônimo 2 disse...

Parab�ns pelo texto, e Feliz dia dos Pais!!
Bruna, Lu�za.

Renato disse...

Graaaande Gustavo!
Parabéns,pelo texto(que também me emocionou,pois também compartilho deste mesmo sentimento de vazio de alguém muito especial que partiu antes da hora,e pelo fato de desfrutar das delícias da paternidade)e pelo dia.Um grande abraço,Renato.

felixmanhaes disse...

Gustavo, faltou você dizer o nome do seu pai. Confirma para mim. Essa figura me lembra muita coisa boa.

Gustavo Rangel disse...

valeu Felinho e Renato!!! Luiza e Bruna, beijão pra vcs!!!

felixmanhaes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
felixmanhaes disse...

Companheiro Gustavo, ao ver essa foto, me veio à memória, algumas boas emoções dos idos anos 70, quando eu era responsável pela passagem do som para o show que os virtuosos no piano e no clarinete davam pelas ondas da Rádio Campista Afonsiana. No palco, estavam seu pai e sua mãe, com os quais eu tive o prazer de conhecer dois cidadãos em uma realidade em que a honestidade, a clareza de propósitos e um gosto apurado pela coisa pública bem gerida, eram a tônica predominante. Parabéns, meu caro,pelas pessoas que te carregaram no colo.

Um abraço